Vastidão

Se no entanto, quis partires
Porque ainda, aqui estas
Jaz no fogo, mal dizeres
Jaz no acaso, mal buscar

Luta ao livre, codinome
Vaga ao fim, sem se saber
Vá se embora, perante some
Jorre ao mar, o teu querer

Quem socorre, o mar que jorra
Na imundice que vive em vão
De águas salgadas, perante chora
Perante jorra, imensidão

Que faz no altar, o precipício
Embora jaz, sabor do não
Sem escaldar, o teu oficio
Teu precipício, coração.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s